RockPuro, a Saga: Um Manifesto pelo direito de inovar.

Durante a minha vida de profissional multimídia, tive diversas passagens por rádios no Brasil e na Europa, onde conheci a aprendi a fazer rádio independente e de qualidade, veículos pequenos e com uma abordagem mais interessante das que se percebia nas rádios comerciais.

Tive a oportunidade de praticar muitos desses conceitos durante o período de 11 anos em que participei da finada Radio Brasil 2000 FM, aqui em São Paulo. Foi uma grande experiência, mas tinha as suas limitações lógicas.
Não se tratava de uma simples rádio aberta, era uma Fundação conduzida de tal forma, que não tinha como não enfrentar sérias dificuldades operacionais.

Desde que me entendo por produtor/radialista, sou indagado pelos ouvintes a respeito do porquê não existir uma rádio voltada para Rock Clássico de verdade, com aquelas músicas legais que sumiram das programações e que todos gostavam e sentiam falta. Gastei muita conversa explicando que as propostas comerciais praticamente forçavam essa atitude nas rádios abertas, além das pressões das gravadores e outros interesses que não pretendo me aprofundar.

Depois que saí da rádio Brasil 2000 FM, passei por várias atividades dentro da área de comunicação, por onde gosto de transitar. Estabilizei-me na Internet. Para minha surpresa, muitos ouvintes que me acompanharam por anos encontraram meus sites e entraram em contato, perguntando o que tinha acontecido e se eu pretendia voltar para rádio.
Concluí então que estava na hora de executar um antigo projeto, de apresentar ao mercado um novo formato de radialismo, mais direto e sem as limitações que as grandes rádios me impuseram durante anos.

Assim, depois de praticar webradialismo num projeto menor que durou dois anos, como balão de ensaio, parti para o desenvolvimento do RockPuro. Desde o início, minha proposta visava trazer para o mercado, carente de bons projetos, um canal voltado para rock clássico, do psicodélico ao progressivo e com tempero hard, que executasse uma programação direta, sem breaks comerciais e sem todas aquelas regras que já estavam mais do que vencidas.

Não está escrito em lugar algum que música tem que ser tocada em blocos de 30 minutos, e ter comerciais que importunam e estragam a audição, limitação de horário e uma locução que não contribua muito para o sucesso do veículo.
Esses conceitos estavam superados há anos e a prova disso foi a grande perda de ouvintes que essas rádios convencionais experimentaram. Isso fora os irritantes locutores animadinhos...

Esse é um novo projeto, com formato bastante original, desde a abordagem até a operação, que agrada a quem gosta de ouvir um bom rock, honesto e verdadeiro, fora das pressões comerciais da indústria de mídia, que desde sempre impôs padrões ao mercado de modo quase ditatorial.

RockPuro é um projeto conceitual, autoral e pessoal, com personalidade própria, em que a intenção foi sempre trazer para o público o que considero ter sido a melhor produção no período analógico, que vai dos anos 60 ao início dos 80. Material bem alternativo, não contaminado pela indústria.

Essa é a minha vitrine onde, como pesquisador, posso partilhar com os amigos o prazer de descobrir trabalhos que se perderam no tempo. Apresento o melhor Lado B. Progressivos, Psicodélicos, Free Jazz, Hard e British blues. Material independente, de tiragem mínima e que ficou de fora dos mercados. Um tesouro.

Todas as dificuldades que se poderiam encontrar num projeto cultural dessa escala, apareceram ao longo do caminho, muito tortuoso, na busca pela aceitação por um mercado publicitário ainda obtuso, fechado a novos conceitos e puramente mercantil, ainda vinculado a contas milionárias do passado e a grandes porcentagens.
Estes tempos acabaram, é nossa responsabilidade gerar novos bons tempos, com propostas inteligentes e mais realistas, com alto nível técnico e informativo. O produto anunciado não venderá mais através de saturação e do grito a cada meia hora. Existem maneiras mais interessantes para se cativar um cliente. Rádio não é banca de camelô.

Felizmente os números provam isso, as estatísticas apontam uma média de 470 mil pageviews, com um número sempre crescente de ouvintes, assinantes ou não, que tem o canal RockPuro nos seus favoritos e  divulga a proposta entre os amigos. Isso é retorno real; a maior prova de que pessoas como você são uma audiência a ser considerada e respeitada.

E é com muito respeito que os ouvintes são tratados aqui. Muito diferente da atitude da maioria dos veículos de comunicação, este canal de comunicação está sempre aberto e ninguém fica sem ser atendido.
Toda uma lógica nova de abordagem foi desenvolvida para que o público, os anunciantes e a programação possam conviver e desenvolver um novo formato de comunicação musical. Para isso, opero a programação em tempo real, sempre trazendo grandes preciosidades para a nossa alegria e prazer.

Sei que todos estão felizes com essa proposta, a quantidade de e-mails e cadastros diz isso. RockPuro não é apenas mais um jukebox automático jogado na web, executando playlists sem critério.
Tampouco é um streaming pessoal por questões de ego, mas de caráter.

A minha missão é apresentar um veículo uniforme, com uma única personalidade, numa atitude inovadora, contrário aos esquemas convencionais, segmentos das várias cabeças que os conduzem agregados um imenso e desconexo mosaico.
Assim sendo, RockPuro se tornou um veículo orgânico, renovando-se a cada dia, sempre propondo novas abordagens, grandes temas, trazendo o melhor Lado b do nosso universo musical, uma chance muito rara de se conhecer bandas excelentes, que ficaram fora do mainstream, do mundo todo.

A operação é 100% pessoal, mas não seria possível sem o eventual apoio e a colaboração de especialistas com seus textos interessantes, pessoas incríveis, muito informadas, responsáveis por fazer do conteúdo RockPuro uma fonte de referência aos interessados em conhecer essa cultura tão rica.
Mais do que uma caixa de músicas, RockPuro é um canal via streaming, focado na sonoridade, na timbragem dos trabalhos musicais daquele período sem recurso digitais, uma época em que os músicos sabiam tocar e conheciam música até o ponto de experimentar os extremos da expressão musical.

Diante da proposta, músicos amigos de vários países colaboram com seus arquivos e boas histórias. Material remasterizado em estúdios domésticos e gravações perdidas são resgatadas e apresentadas aos ouvintes previlegiados.

Recebo críticas de amigos e até mesmo de colaboradores, por insistir em andar na contramão, mesmo sabendo ser essa uma decisão financeiramente arriscada. Faço isso calcado na consciência da consolidação desse espaço, operando há 10 anos, oferecendo qualidade e melhorias sempre, como a conexão mobile, que serve qualquer celular sem a necessidade de aplicativos ou plugins.
Se o objetivo fosse "ganhar um monte dinheiro com alguma sacada genial na web", certamente teria tomado outro rumo e essa rádio não existiria. Ou existiria com outro perfil. Isso não é idealismo ou sonho, mas a consciência da necessidade de um formato mais adequado ao nosso gosto e aos novos tempos.

É incrível o comportamento do mercado quando se trata de dinheiro. Oportunistas, contatos "espertos" que oferecem seus serviços e até um grande portal de um grande provedor de conteúdo já entraram em contato, com suas propostas. Mas foram propostas pouco inteligentes e tremendamente gananciosas, interessadas em comissões irreais que atingiriam até 60% do faturamento, caso do tal portal. Existe um assédio quase regular, mas isso iria desfigurar, desformatar um projeto tão afinado.

O mais incômodo nisso tudo é que um veículo pequeno, como o RockPuro, não comporta verbas tão expressivas e, por esse motivo, é sumariamente desprezado pelo mercado publicitário, porque não tem espaço para amealhar vultosas comissões. Com isso perdem a oportunidade de fazer uma parceria interessante e aberta às muitas inovações que a internet oferece. Todos perdemos afinal.

Isso posto, quero agradecer a todos vocês, ouvintes e amigos pelo apoio e pelas palavras de incentivo que chegam através de inúmeros e-mails e tweets.
Esse canal é para vocês e fico extremamente feliz com esse retorno. Podem ter certeza que nenhum esforço será poupado para o crescimento dessa programação, favorita de todos vocês.

Muito obrigado pela sua atenção e compreensão. Sua colaboração é importante.

O RockPuro não tem fins lucrativos e precisa de você.
Sobrevive de assinaturas, doações e apoios.
Que tal dar uma força?

http://rockpuro.net/form_cad/assinatura.php

E o canal RockPuro segue em frente com o “Rock Mais Honesto da Web”.

Coordenação: Sérgio Avellar, contato@rockpuro.net

Release Sérgio Avellar: http://rockpuro.net/sergioavellar.html